Carregando...

Curativo Smith & Nephew PICO 7 Sistema Pressão Negativa

PICO 7 está indicado em pacientes que podem beneficiar de um dispositivo de sucção (TFPN) porque pode estimular a cicatrização das feridas através da remoção de exsudato de nível reduzido a moderado e de materiais infeciosos. Ver Descrição

  • Curativo Smith & Nephew PICO 7 Sistema Pressão Negativa
  • Curativo Smith & Nephew PICO 7 Sistema Pressão Negativa
  • Curativo Smith & Nephew PICO 7 Sistema Pressão Negativa
Clique na imagem para ampliar
Tamanho:
  •   10cmx20cm
  •   10cmx30cm
  •   10cmx40cm
  •   15cmx15cm
  •   15cmx20cm
  •   15cmx30cm
  •   20cmx20cm
  •   20cmx25cm
R$ 2.185,00 à vista
ou até 3x de R$ 766,67 no cartão
- +
Compra 100% Segura
Calcule o preço e
prazo do seu frete

Descrição

.

O que é o Curativo PICO 7?

.

PICO 7 é constituído por um equipamento e por curativo (s) esterilizado (s). O dispositivo PICO 7 mantém a Terapia de Feridas por Pressão Negativa (TFPN) a 80 mmHg (nominal) na superfície da ferida. O exsudato é gerido pelo curativo mediante uma combinação de absorção e evaporação da humidade através da película externa.

.

Para o que serve o Curativo PICO 7?

.

PICO 7 está indicado em pacientes que podem beneficiar de um dispositivo de sucção (TFPN) porque pode estimular a cicatrização das feridas através da remoção de exsudato de nível reduzido a moderado e de materiais infeciosos;

.

Os tipos adequados de feridas incluem:

.

Crônicas;

.

Agudas;

.

Traumáticas;

.

Feridas subagudas e deiscências;

.

Queimaduras de espessura parcial;

.

Úlceras (diabéticas ou de pressão);

.

Retalhos e enxertos;

.

Locais de incisão encerrados. Os sistemas de pressão negativa de utilização única PICO 7 são adequados para utilização tanto num ambiente hospitalar como num ambiente de cuidados no domicílio;

.

O kit com dois curativos PICO 7 destina-se a ser utilizado durante até 7 dias em feridas com exsudato reduzido a moderado;

.

O kit de curativo individual PICO 7 destina-se a ser utilizado durante até 7 dias em feridas com exsudato reduzido;

.

Para feridas com exsudato moderado são necessários curativos adicionais (podem ser adquiridos separadamente).

.

Quais características do Curativo PICO 7?

.

O curativo de porta macia PICO foi concebido com um filtro integrado para evitar a entrada de líquido no tubo flexível e na bomba PICO. As feridas com exsudato reduzido são consideradas como tendo até 0,6 g de exsudato líquido/cm2 da área da ferida/24 horas;

.

As feridas com exsudato moderado são consideradas como tendo até 1,1 g de exsudato líquido/cm2 da área da ferida/24 horas. 1 g de exsudato corresponde aproximadamente a 1 ml de exsudato;

.

A frequência das mudanças de curativo pode ser afetada por vários fatores como, por exemplo, o tipo de ferida, tamanho da ferida, taxa ou volume de exsudato, orientação ou condições ambientais. Estão disponíveis para ser adquiridos separadamente curativos adicionais, conforme necessário.

.

Quando não usar o Curativo PICO 7?

.

PICO 7 está contraindicado para:

.

Pacientes com neoplasia maligna no leito ou nos bordos da ferida (exceto em cuidados paliativos para melhorar a qualidade de vida);

.

Osteomielite anteriormente confirmada e não tratada;

.

Fístulas não entéricas e não exploradas;

.

Tecido necrótico com escara presente;

.

Artérias, veias, nervos ou órgãos expostos;

.

Locais anastomóticos expostos PICO 7 não deve ser utilizado para:

.

Aspiração de emergências das vias aéreas;

.

Drenagem torácica, mediastínica ou pleural por um tubo;

.

Aspiração cirúrgica.

.

Quais características técnicas do Curativo PICO 7?

.

Aviso de posicionamento do equipamento:

.

A bomba PICO 7 contém um ÍMAN. Mantenha a bomba PICO 7 a pelo menos 10 cm (4 polegadas) de distância de outros dispositivos médicos em todos os momentos. O incumprimento pode provocar interferências em outros dispositivos médicos.

.

Advertências:

.

Aviso do Íman O equipamento PICO 7 contém um ÍMAN que pode provocar interferências em outros dispositivos médicos próximos;

.

A bomba PICO 7 deve estar posicionada a pelo menos 10 cm (4 polegadas) de distância de outros dispositivos médicos que podem ser afetados por interferência magnética. Estes incluem, mas não estão limitados a:

.

Cardioversor-desfibrilador implantável (ICD);

.

Pacemakers;

.

Bombas de insulina;

.

Válvulas de derivação;

.

Neuroestimuladores;

.

Implantes cocleares.

.

Aviso a todos os utilizadores, isto aplica-se tanto aos pacientes quanto aos cuidadores:

.

Deve manter a bomba PICO 7 a pelo menos 10 cm (4 polegadas) de distância de outros dispositivos:

.

Se tiver um dispositivo médico eletrônico e estiver ajudando a cuidar de alguém usando o sistema PICO 7;

.

Se o paciente estiver a usar a bomba PICO 7 numa área pública onde possa entrar em contato próximo com outra pessoa que tenha um dispositivo médico eletrônico;

.

Certos pacientes estão em elevado risco de complicações hemorrágicas que, se não forem controladas, podem ser potencialmente fatais. Os pacientes devem ser frequentemente monitorizados para sinais de hemorragia. No caso de se observar uma hemorragia súbita ou de maior intensidade, desconecte imediatamente o dispositivo, deixe o curativo colocado, tome as medidas apropriadas para parar a hemorragia e obtenha assistência médica imediata;

.

A utilização de anticoagulantes não torna um paciente inadequado para tratamento com PICO 7 contudo, deve alcançar-se a hemostase antes da aplicação do curativo. Os pacientes que sofrem de hemostase difícil ou que estão a receber terapia anticoagulante apresentam um risco acrescido de hemorragia. Durante a terapia, evite a utilização de produtos hemostáticos que podem aumentar o risco de hemorragia, se forem interrompidos. Deve manter-se uma avaliação frequente durante toda a terapia;

.

Deve ter sempre cuidado para assegurar que o dispositivo, a tubagem e os conectores não:

.

Estão colocados numa posição em que possam causar lesão por pressão no paciente;

.

Estão estendidos pelo chão onde pode haver o risco de tropeçar ou de ficarem contaminados;

.

Apresentam um risco de estrangulamento ou torniquete para os pacientes. • estão ou passam sobre uma fonte de calor;

.

Ficam torcidos ou presos sob o vestuário ou ligaduras de tal modo que possam bloquear a TFPN;

.

Arestas cortantes ou fragmentos ósseos numa ferida devem ser cobertos ou removidos antes da utilização de PICO 7 devido ao risco de perfuração de órgãos ou de vasos sanguíneos quando a ferida está a ser submetida a TFPN;

.

No caso de ser necessário efetuar uma desfibrilação, remova o curativo se este estiver posicionado num local onde irá interferir com a desfibrilação. 7. Não é seguro em Ressonância Magnética (RM). O dispositivo PICO 7 não é compatível com RM. Retire o dispositivo PICO 7 do curativo antes de entrar na sala de RM;

.

PICO 7 não foi estudado em pacientes pediátricos. O tamanho e o peso dos pacientes devem ser considerados ao prescrever-se esta terapia;

.

O PICO 7 não é adequado para uso em áreas onde há perigo de explosão (por exemplo, ambientes ricos em oxigénio, como unidade de oxigénio hiperbárico);

.

O sistema contém peças pequenas que podem constituir perigo de asfixia para as crianças pequenas. Mantenha-o fora do alcance das crianças;

.

PICO 7 não é adequado para utilização na presença de mistura anestésica inflamável com oxigénio ou óxido nitroso;

.

Os curativos PICO só devem ser aplicados e mudados por um profissional de saúde. O paciente não deve remover o curativo até que o profissional de cuidados de saúde considerar que é clinicamente apropriado;

.

Cada curativo PICO (incluindo Multisite) deve ser utilizado para cobrir apenas uma ferida;

.

Mantenha o PICO longe de animais de estimação, pragas e outros animais que possam danificar o dispositivo PICO;

.

Nenhuma modificação deste equipamento é permitida.

.

Quais precauções no uso do Curativo PICO 7?

.

O equipamento PICO 7 contém um íman. Devem tomar-se precauções para manter o equipamento a uma distância de, pelo menos, 10 cm dos dispositivos implantáveis como pacemakers, desfibriladores e válvulas de derivação;

.

Devem ser tomadas precauções nos seguintes tipos de pacientes que estão em risco elevado de complicações hemorrágicas:

.

Estão sob terapêutica anticoagulante ou com inibidores da agregação plaquetária ou que têm uma hemorragia ativa;

.

Têm vasos sanguíneos enfraquecidos ou friáveis ou órgãos na ferida ou na sua proximidade, como resultado de, mas não limitado a: anastomoses, infeção, traumatismo ou radiação;

.

Apresentam uma hemostase difícil da ferida;

.

Não tratados para mal nutrição;

.

Não aderem ao tratamento ou são agressivos;

.

Têm feridas muito próximas de vasos sanguíneos ou de fáscia delicada;

.

Contate o seu profissional de saúde em caso de dor, vermelhidão, odor, sensibilização ou uma alteração súbita no volume ou cor do fluido da ferida durante a utilização;

.

Quando o PICO 7 é utilizado para proteger os enxertos de pele, é importante inspecionar visualmente e regularmente o sistema, especialmente na primeira semana de tratamento, para assegurar que a TFPN é aplicada continuamente e a selagem é mantida;

.

Nos casos em que os curativos PICO são utilizados em feridas infectadas poderão ser necessárias mudanças de curativo mais frequentes. Deve ser mantida a monitorização regular da ferida para verificar se existem sinais de infecção;

.

Se considerado clinicamente apropriado, devem tomar-se precauções para que a aplicação de um curativo circular ou a utilização de TFPN em membros isquêmicos não comprometem a circulação;

.

PICO 7 não tem alertas sonoros. O equipamento deve ser transportado de forma a que esteja acessível e o paciente/profissional de saúde possa controlar regularmente o seu estado;

.

Embora os curativos PICO possam ser usados sob o vestuário/roupa de cama, é importante que não sejam aplicados materiais oclusivos, por exemplo, curativos tipo película, sobre a área da almofada do curativo uma vez que isto prejudica a evaporação de umidade pretendida através da sua camada exterior;

.

O curativo PICO não deve ser coberto por dispositivos de imobilização rígidos ou moldes que podem exercer pressão excessiva e causar lesão do tecido no local da ferida, especialmente onde a tubagem entra no curativo;

.

A colocação prolongada de materiais rígidos ou opacos sobre o curativo PICO pode impedir a inspeção regular e avaliação da ferida, e alterar as mudanças de curativo agendadas ou necessárias;

.

Nos casos em que os curativos PICO são utilizados em pacientes com pele frágil, deve utilizar-se um protetor cutâneo como SECURA™ No-Sting Barrier Film nas zonas da pele onde serão aplicadas tiras de fixação. A utilização inadequada ou repetida de tiras de fixação pode resultar em danos à pele;

.

Não utilize os curativos PICO com produtos à base de óleo, tais como petrolatum, pois podem comprometer o estabelecimento de uma selagem eficaz;

.

A utilização de TFPN apresenta um risco de crescimento tecidual no interior da espuma quando esta é utilizada para preenchimento da ferida. Quando utilizar preenchimento de espuma com PICO 7, o crescimento tecidual pode ser diminuído utilizando uma camada de contato com a ferida não-aderente ou aumentando a frequência de mudança de curativos;

.

PICO 7 pode ser utilizado conjuntamente com drenos cirúrgicos desde que o curativo não seja colocado sobre o dreno no ponto por onde este sai da pele. Os drenos cirúrgicos devem ser dirigidos sob a pele afastando-os do bordo do curativo e devem funcionar independentemente do sistema PICO 7;

.

O dispositivo deve ser protegido de fontes de fluido, por exemplo, de incontinência ou derrames. Interrompa o uso do PICO 7, se for observada a entrada de fluido;

.

Ao tomar banho, a bomba PICO 7 deve ser parada e desconectada do curativo. Quando desconectado, certifique-se de que a extremidade da tubagem ligada ao curativo está voltada para baixo para que a água não entre no tubo;

.

Não desmonte o dispositivo;

.

O curativo PICO só deve ser utilizado com equipamentos PICO;

.

Não altere a forma do dreno, não o corte, puxe por ele ou pela porta (soft port);

.

Não corte a almofada do curativo PICO porque pode causar a perda da aplicação da TFPN;

.

Certifique-se sempre de que o curativo PICO é posicionado no centro da ferida. A porta (soft port) deve ser posicionada numa posição superior à ferida sobre a pele intacta o mais distante da ferida para minimizar o risco de acumulação de fluido à volta da porta (soft port) e de bloqueio potencial da TFPN;

.

Tomografias computadorizadas e radiografias têm o potencial de interferir com alguns dispositivos médicos eletrônicos. Sempre que possível, afaste o equipamento do alcance do aparelho de raios X ou do scanner TC. Se o equipamento esteve no alcance de um destes aparelhos, verifique se o sistema está funcionando corretamente seguindo o procedimento;

.

O sistema PICO 7 é apenas para utilização única. A utilização de qualquer parte deste sistema em mais do que um paciente pode resultar em contaminação cruzada que pode causar infecções;

.

Elevadas temperaturas e umidade podem diminuir o tempo de utilização dos curativos PICO;

.

O sistema PICO 7 destina-se a ser utilizado num ambiente hospitalar e num ambiente de cuidados ao domicílio. O sistema também pode ser utilizado no avião, automóvel, trem e barco. Durante o transporte, existe a possibilidade de interferência de radiofrequência que pode afetar o desempenho de PICO 7. Se o equipamento não funcionar corretamente, substitua as pilhas. Se o problema não for corrigido, contate o seu profissional de saúde para substituir o sistema;

.

Ao aplicar curativos uns ao pé dos outros, certifique-se de que os rebordos dos curativos não se sobrepõem.

.

Quais possíveis reações adversas no uso do Curativo PICO 7?

.

A hemorragia excessiva é um risco grave associado à aplicação de sucção em feridas que pode resultar em morte ou lesão grave. É essencial uma seleção cuidadosa dos pacientes, de acordo com as contraindicações, advertências e precauções acima indicadas. Efetue a monitorização cuidadosa da ferida e do curativo para detectar quaisquer sinais de uma alteração do estado do paciente relativamente a perdas sanguíneas. Informe o profissional de saúde de alterações repentinas ou abruptas do volume ou da cor do exsudato;

.

Quais instruções de utilização do Curativo PICO 7?

.

Os curativos PICO devem ser utilizados em feridas que se ajustam bem na zona almofadada do curativo, seguindo as precauções sobre o posicionamento da porta (soft port) (em pele intacta e o mais distante da ferida). Os curativos PICO Multisite destinam-se a reforçar a adaptabilidade aquando da aplicação em zonas anatómicas difíceis. Os curativos PICO (incluindo Multisite) devem ser utilizados para cobrir apenas uma ferida. Como norma de orientação:

.

Profundidade: Feridas maiores que 0,5 cm (1/4 pol.) de profundidade necessitarão provavelmente de um enchimento de terapia de ferida com pressão negativa de espuma ou gaze para garantir o tratamento adequado de todas as superfícies da ferida. Feridas com mais de 2 cm (3/4 pol.) de profundidade devem ser tratadas com o uso de um preenchedor juntamente com o sistema PICO 7 para garantir o contato adequado com a ferida.

.

Exsudato: PICO 7 destina-se a ser utilizado em feridas em que o nível de exsudato é reduzido (até 0,6 g de exsudato líquido/cm2 de área da ferida/24 horas) a moderado (até 1,1 g de exsudato líquido/cm2 de área da ferida/24 horas). 1 g de exsudato corresponde aproximadamente a 1 ml de exsudato. Quando utilizado sobre uma ferida com exsudato moderado, a dimensão da ferida deve ser geralmente, não mais do que 25% da área almofadada do curativo.

.

Aplicação: O curativo só deve ser aplicado por um profissional de saúde;

.

Remova o excesso de pilosidade para assegurar um melhor contato do curativo à ferida. Se necessário, irrigue a ferida com solução salina estéril e seque a ferida suavemente;

.

Utilizando uma técnica limpa, descole a primeira aba da película e coloque o curativo centralmente na ferida para diminuir a possibilidade do fluido da ferida entrar em contato com a porta (soft port). Assegure-se de que o curativo se mantém em contato com a ferida e na pele circundante. A porta (soft port) deve ser colocada numa posição superior à ferida (dependendo da posição do paciente), colocada sobre a pele intacta e o mais distante da ferida para impedir que o fluido se acumule à volta da porta (soft port) e bloqueie a TFPN. Remova a(s) outra(s) aba(s) restante(s) e alise o curativo à volta da ferida para impedir a formação de dobras. Reposicione se necessário para garantir que o rebordo não tem dobras;

.

Assim que o curativo estiver posicionado, tire o equipamento e as pilhas do tabuleiro. Atenção: A bomba PICO 7 contém um ÍMAN. Mantenha a bomba PICO 7 a pelo menos 10 cm (4 polegadas) de distância de outros dispositivos médicos em todos os momentos. (Veja a secção 5 Aviso do Íman). O sentido em que as pilhas devem ser colocadas está indicado dentro do compartimento da bateria. Introduza as pilhas. Torne a colocar a tampa. Depois disso, todos os quatro indicadores devem acender-se durante 3 segundos;

.

Ligue o equipamento à tubagem do curativo rodando os dois conectores. O dreno suave e almofadado pode ser ligado diretamente ao equipamento se não for necessária tubagem longa. Pressione o botão laranja para iniciar a aplicação da TFPN. O indicador verde OK e o indicador laranja de fuga de ar começarão a piscar em conjunto (indica o funcionamento do dispositivo para estabelecer a TFPN). Dependendo do tamanho da ferida, o equipamento deve demorar até 65 segundos a estabelecer a TFPN. Se após 65 segundos o sistema não estabeleceu a TFPN, somente o indicador laranja de fuga de ar irá piscar. Para a resolução de problemas consulte a Secção 14;

.

Se utilizar SECURA No-Sting Barrier Film antes da aplicação das tiras de fixação (consulte a Precaução 11), limpe a zona circundante ao curativo e deixe a pele secar;

.

Aplique as tiras de fixação a toda a volta do rebordo do curativo. Retire o suporte que está sobre a tira após cada uma ter sido aplicada. Estas tiras mantêm a selagem durante o tempo de utilização do curativo. Em localizações difíceis, pode ser útil aplicar as tiras para ajudar a obter uma selagem antes de ligar o dispositivo. Coloque cada tira de modo a que fique sobreposta sobre o rebordo do curativo aproximadamente 1 cm;

.

Certifique-se de que a tubagem não está torcida ou presa na roupa. Note que se em qualquer altura as tiras de fixação forem removidas, o curativo também deve ser substituído. Se pretendido, podem ser aplicados curativos de gel adesivo para além das tiras de fixação para ajudar a obter ou a manter a selagem.

.

Mudança de curativo: Os curativos só devem ser mudados por um profissional de saúde;

.

Os curativos só devem ser mudados em linha com as orientações relativas ao tratamento de feridas, normalmente em intervalos de 3 a 4 dias. Segundo o critério do profissional de saúde, um curativo PICO pode ficar colocado durante um período de até 7 dias. O indicador laranja de curativo cheio no dispositivo irá piscar se for detectado um curativo cheio ou um filtro bloqueado. Poderão ser necessárias mudanças de curativos mais frequentes dependendo do nível de exsudato, estado do curativo ou de outras considerações relativas ao paciente, por exemplo, quando PICO 7 é utilizado em feridas infectadas. Podem ser adquiridos separadamente curativos adicionais para o PICO 7;

.

Inspecione regularmente o curativo PICO. Se o curativo parecer que deve ser substituído (consulte os diagramas A–C); pressione o botão laranja e desconecte o curativo do equipamento. As tiras de fixação devem ser retiradas da pele e o curativo levantado num canto e descolado até ter sido completamente removido. Aplique outro curativo como descrito na Secção 8.2. Aplicação, conecte o dispositivo e pressione o botão laranja para reiniciar a terapia. (A) Curativo corretamente colocado e pode ser mantido no local (B) Curativo deve ser substituído - A porta pode ficar bloqueada com fluido (C) Curativo deve ser substituído - A área absorvente está cheia;

.

Com base na frequência de mudança dos curativos, poderão ser necessários mais curativos;

.

O curativo PICO deve ser eliminado como resíduo clínico;

.

A vida útil do equipamento termina e este deixa de funcionar automaticamente ao fim de 7 dias (todos os indicadores apagados nesta altura). As pilhas devem ser retiradas do equipamento e as duas pilhas e o dispositivo devem ser eliminados de acordo com os regulamentos locais.

.

Utilização de curativos PICO com material de preenchimento: Os curativos PICO são compatíveis com os preenchimentos habituais de gaze e espuma utilizados na TFPN tradicional, nos casos em que é clinicamente adequado, por exemplo, numa ferida aberta;

.

Quando se utiliza um material de preenchimento, este e o curativo PICO devem ser mudados 2 a 3 vezes por semana, de acordo com o protocolo clínico local e as instruções do fabricante. O enchimento deve preencher vagamente a superfície da ferida. Evite um preenchimento excessivo

.

Utilização de curativos PICO com camadas não aderentes: Se necessário, os curativos PICO podem ser utilizados por cima de uma camada não aderente, por exemplo sobre um enxerto de pele. Em feridas infectadas ou em risco de infecção, pode utilizar-se ACTICOAT™ Flex por baixo dos curativos PICO.

.

Utilização de PICO 7 com compressão: PICO 7 é compatível com terapia compressiva se clinicamente necessário, no entanto a ferida deve ser previamente e rigorosamente avaliada para garantir que o exsudato é de nível reduzido a moderado. Após a primeira aplicação do curativo PICO sob um sistema compressivo, verifique o curativo após 2 a 3 dias para ver se a gestão do exsudato é aceitável ou se é necessária uma mudança do curativo e que é adequado continuar com a terapia compressiva;

.

Quando se aplica terapia compressiva sobre curativos PICO, certifique-se de que a tubagem de ligação do equipamento PICO 7 e do curativo fica por cima da primeira camada e por baixo das camadas subsequentes para evitar que fique contra a pele. Se utilizar meias compressivas, coloque a tubagem fora das meias. Não guarde o equipamento entre camadas compressivas. Para indicações de uma aplicação correta da terapia compressiva, verifique as instruções de aplicação do fabricante.

.

Remoção do curativo: Quando o profissional de saúde considerar que é clinicamente apropriado, o paciente pode ser instruído para remover o curativo PICO no final da terapia.

.

Uso Geral: Ducha e Banho são permitidos uma ducha de chuveiro rápido. No entanto, o equipamento PICO 7 deve ser desconectado e colocado num local seguro onde não fique molhado. O curativo PICO não deve ser exposto a um jato direto ou imerso em água. Quando desconectado, certifique-se de que a extremidade da tubagem ligada ao curativo está voltada para baixo para que a água não entre no tubo.

.

Limpeza: A adesão às diretivas clínicas respeitantes à higiene é de importância primordial. O equipamento pode ser limpo com um pano húmido utilizando água com sabão ou uma solução desinfetante fraca

.

Inserir ou trocar baterias: Remova a tampa traseira do PICO para aceder ao compartimento das baterias. A direção em que as baterias devem ser colocadas está dentro do compartimento das baterias. Coloque as baterias. Substitua a tampa. Depois disto, todos os quatro indicadores devem acender durante 3 segundos. Depois de trocar as baterias, pressione o botão laranja para reiniciar a bomba.

.

Qual modo de ação do Curativo PICO 7?

.

O método a vácuo de curativo tópico é um sistema utilizado na cicatrização de feridas em que se institui uma pressão negativa localizada e controlada, com o objetivo de estimular a granulação e a cicatrização;

.

Promove a vasodilatação arterial e, consequentemente, o aumento do fluxo sanguíneo nos tecidos, estimulando a formação de tecido cicatricial de granulação;

.

A remoção dos fluidos diminui o edema, a pressão intersticial e a colonização bacteriana, criando um ambiente úmido benéfico para a migração epitelial e a cicatrização. Além disso, a pressão negativa atrai os bordos da ferida ao centro, diminuindo sua dimensão.

.

Quais especificações técnicas do Curativo PICO 7?

.

Dimensões do dispositivo 65 x 78.5 x 21mm;

.

Peso 150g Pilha 2 x AA 1.5V (LR6/FR6);

.

Proteção contra entrada IP22 Vácuo máximo 100 mmHg Modo de funcionamento contínuo;

.

Conservação/transporte 5–25 °C (-25 °C a +5 °C permitida até 7 dias),humidade relativa de 10–75%, Pressão atmosférica de 700 a 1060 mbar Ambiente de funcionamento 5–40 °C, humidade relativa de 10– 95%, Pressão atmosférica de 700 a 1060 mbar Conformidade Em conformidade com a norma AAMI STD ES60601-1, IEC60601-1-6 e IEC60601-1-11Certificado para CSA STD C22.2 # 60601-1.

.

Quais itens acompanham o Curativo PICO 7?

.

O modelo PICO 7 é composto por:

.

01 unidade da bomba;

.

01 unidade de tubo de conexão;

.

01 unidade de clipe da bomba;

.

02 unidades de pilhas alcalinas AA;

.

01 ou 02 unidades de curativos;

.

01 ou 02 unidades de folhas perfuradas contendo 06 unidades de tiras de fixação;

.

01 unidade de Instruções de uso;

.

A bomba com o tubo de conexão, as baterias e o clipe da bomba são fornecidos em uma embalagem primária em forma de bandeja composta por resina e papel revestido e os curativos e as tiras de fixação são fornecidos em uma embalagem primária na forma de bolsa composta por papel revestido e filme de Nylon. A bolsa e a bandeja são então embaladas em uma caixa.

.

Compatibilidade eletromagnética do PICO 7: PICO 7 foi testado e determinado como estando em conformidade com os limites para dispositivos médicos de acordo com a norma IEC 60601-1-2. Estes limites e níveis de testes destinam-se a fornecer uma segurança razoável relativamente às perturbações eletromagnéticas, quando PICO 7 é utilizado numa instalação médica típica e num ambiente não controlado, como a utilização no domicílio;

.

Este tipo de equipamento produz, utiliza e pode irradiar energia de radiofrequência e se não for instalado e utilizado de acordo com as instruções, pode causar interferências nocivas noutros dispositivos situados na sua vizinhança. Contudo, não existe garantia que não irá ocorrer interferência numa instalação em particular.

.

Segurança do PICO 7: Quando utilizado em conformidade com as instruções do fabricante, PICO 7 está em conformidade com os Requisitos gerais de segurança de equipamento médico elétrico (IEC 60601-1). PICO 7 destina-se a ser utilizado em ambientes não controlados, por exemplo, utilização no domicílio (IEC60601-1-11). O sistema PICO 7 não possui desempenho essencial e não são necessárias precauções específicas adicionais em relação à segurança básica.

.

Resolução de Problemas: PICO 7 tem indicadores visuais para informar o utilizador da presença de um problema. PICO 7 não tem alertas sonoros. O dispositivo deve ser transportado de forma a que esteja acessível e o paciente/profissional de saúde possa controlar regularmente o seu estado caso haja uma falha ou ocorram danos.

.

Qual modo de remoção do Curativo PICO 7?

.

Instruções de remoção do curativo pelo paciente: Se recebeu instruções do seu profissional de saúde para remover o curativo no final da terapia, siga estas instruções:

.

Pare o equipamento PICO 7 pressionando o botão laranja;

.

Todos os indicadores se apagam;

.

Retire o equipamento do curativo, rodando os conectores;

.

Retire o curativo, esticando as tiras de fixação ao mesmo tempo que as afasta da pele. Levante o curativo num canto e descole até ter sido completamente removido;

.

Em caso de dor, vermelhidão, odor ou sensibilização, ou se estiver presente fluido na ferida contate o seu profissional de saúde;

.

O curativo PICO e as tiras de fixação devem ser eliminados conforme as instruções do seu profissional de saúde. As pilhas devem ser retiradas do equipamento e as duas pilhas e o dispositivo eliminados de acordo com os regulamentos locais.

..

.

Compre online Curativo PICO 7 na Vitae Saúde!

Avalie este produto

Avaliação
Ótimo

Faça a sua avaliação para este produto.

Título

Informe o título para a sua avaliação.

Comentário

Deixe um comentário sobre o produto.

Avalie este produto

Este é um espaço destinado a sua opnião sobre os produtos do site. A sua participação é muito importante
para nós. Qualquer problema com seu pedido, entre em contato com a gente por e-mail, chat ou telefone.

Avaliações

Ótima

0 Avaliações

Boa

0 Avaliações

Regular

0 Avaliações

Péssima

0 Avaliações

Produtos Relacionados

chamar no WhatsApp

A Vitae Saúde utiliza cookies para melhorar o desempenho e a sua experiência ao navegar em nosso site. Ao continuar navegando, consideramos que você aceita a utilização! Politica de Privacidade